BuscaEm artigo publicado no Portal Administradores, Marcelo Toledo dá algumas orientações e dicas para quem quer encontrar um nicho de mercado e se tornar um empreendedor inovador e de sucesso.

O especialista começa chamando a atenção para o conhecimento e a experiência do futuro empreendedor. “Certo, então você tem vontade de construir um empreendimento, tem recursos e meios para isso, mas ainda não sabe qual será a natureza do seu negócio. Um ótimo começo é refletir sobre sua própria vida, experiências e gostos pessoais, e transformar isso em um investimento que dê retorno”.

Para o  sucesso, no entanto, Toledo lembra que existem muitos outros fatores que irão interferir no resultado, “mas tendo foco em um nicho de mercado bem conhecido é um grande passo para o lucro”.

Outra dica é transformar o desejo das pessoas em um nicho de mercado. “O que as pessoas querem, do que elas precisam e o que mais interessa a elas hoje? Fazendo um apanhado geral, as três palavras-mágicas dos desejos das pessoas atualmente são: relacionamento, dinheiro e saúde. Ou seja, todos querem se relacionar, independente do método e da orientação, todos querem enriquecer e todos querem uma vida com mais qualidade, sem doenças e complicações – e todos estão dispostos a gastar tempo e dinheiro com isso. Então, vale a pena tentar esmiuçar essa tríade, que já tem exemplos de empreendimentos de sucesso, e tentar encontrar nela alguma lacuna ainda inexplorada e que atraia as pessoas, como, por exemplo, uma rede de relacionamento para divorciados ou um aplicativo para smartphones que ajude o usuário a controlar suas finanças e economizar dinheiro”.

O articulista também chama a atenção para os mecanismos de busca disponíveis nas internet, em especial o Google. “Tenha em mente que praticamente todas as pessoas que você conhece fazem buscas constantes no Google, essas buscas refletem suas necessidades e interesses”.

Ele lembra que um alto volume de buscas por determinada palavra-chave significa que muitas pessoas buscam por aquele termo, e esse índice, aliado ao CPC (custo por clique), pode dar uma boa indicação de quão atrativo é o nicho a ser explorado. “Contudo, cabe ao empreendedor interpretar os dados que a ferramenta oferece e avaliar a viabilidade de investimento”.

Cautela, contudo, é a palavra-chave na busca por um novo nicho de mercado. Toledo recomenda que o empreendedor pense grande, mas dê um passo de cada vez. “Ao invés de começar um e-commerce de sortimento exemplar, sugiro que inicie com um produto. Isso mesmo, um produto. Descubra qual é o best-seller deste segmento e crie uma landing page para vendê-lo. Quando sentir confiança de que o negócio é promissor, esse é o momento de começar a ampliar”.

Por fim, a dica final é: “caso não tenha dado sorte e mesmo após diversos testes as taxas de conversão não forem boas, agradeça por não ter investido tempo e dinheiro neste mercado. Parta para outra e tente novamente!”.

Marcelo Toledo é empreendedor, programador, colunista e escritor de um livro sobre startups. Atualmente é diretor de uma das maiores incubadoras de startups do mundo. Leia aqui a íntegra do artigo.